Polícia Militar do Distrito Federal

Switch to desktop Register Login

III Mobilização das Mulheres reúnem cerca de 90 participantes em Samambaia

No último sábado (19), o Policiamento de Prevenção Orientado à Violência Doméstica (PROVID) do 11º Batalhão, localizado em Samambaia, promoveu, em ação conjunta com a Rede Social Local, da III Mobilização de Mulheres de Samambaia. O evento aconteceu no salão paroquial da Igreja Santo Inácio de Loyola, situada na Quadra 311, e contou com a presença de cerca de 90 pessoas. A ação acontece sempre no mês de agosto em sintonia com o aniversário da Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).


As participantes são mulheres que passaram por situações de Violência Doméstica e encontram-se assistidas por diversos órgãos presentes em Samambaia que atuam diretamente com o PROVID, CREAS, CRAS, Casa Azul, Ministério Público, NAFAVD, PAV-Orquídea, Promotoras Legais Populares, dentre outros.


O 11º Batalhão de Polícia Militar, por meio do comandante Maj Ronaldo Nogueira, disponibilizou ônibus para transporte das participantes e policiamento no local, a fim de garantir a segurança do evento. A III Mobilização de Mulheres, trouxe o tema: “Lei Maria da Penha – 11 anos promovendo autoestima e valorização das mulheres!”. O encontro se estruturou a partir de stands de diversos serviços existentes na cidade, com orientações, palestras e atendimento breve às mulheres. Proporcionou também interações com dinâmicas de fortalecimento de vínculos, autoestima, superação, conscientização e empoderamento. As participantes foram acolhidas por serviços de cuidados com o corpo, com a beleza e biodança, além de assistiram apresentações artísticas e culturais produzidas pelos departamentos sociais da cidade.

Os diversos órgãos responsáveis pelo evento também realizaram uma campanha de doação de livros para serem entregues às participantes, pediu-se que cada doador(a) escrevesse um bilhete “anônimo” com mensagem de superação às mulheres. A campanha foi um sucesso e arrecadou cerca de 70 exemplares que foram disposto no cantinho da leitura, onde cada participante podia conhecer e retirar para levar consigo a fim de fortalecer o hábito da leitura.

 

Acessos: 8

Centro de Políticas Públicas da PMDF promove diversas atividades terapêuticas e integrativas, orientadas ao efetivo da Unidade no Parque da Cidade

Na manhã dessa sexta-feira, às 8h, no Parque da Cidade, o Centro de Políticas Públicas da PMDF promoveu diversas atividades terapêuticas e integrativas, orientadas ao efetivo da Unidade, as quais tiveram como foco o desenvolvimento pessoal e profissional de cada participante.
O CPP, alinhado com o Plano Estratégico 2011-2022 e atendendo a uma das iniciativas estratégicas relacionadas à aplicação de políticas internas de melhoria da qualidade de vida, bem como das condições físicas de seus integrantes, buscou realizar uma prática que pudesse favorecer o bem-estar, a motivação interna, a alegria de viver e o despertar da  consciência de que todos somos seres únicos, dotados de grande capacidade de realizar transformações positivas, tanto no campo individual, quanto coletivo.
A modalidade intitulada “Roda da Vida”, uma meditação em movimento, foi utilizada como uma ferramenta de aproximação dos envolvidos, o que possibilitou o desencadeamento dos sentimentos de união, respeito, amor e cooperação, fatores extremamente importantes nas relações de trabalho e interpessoais. Estimulante do compartilhar empático e do crescimento global do ser humano, essa dinâmica impulsiona as pessoas à auto-avaliação sistêmica e ao planejamento da vida. Participaram como facilitadoras as senhoras Maria Cristina Santos, assessora psicopedagoga da Academia de Polícia Militar de Brasília e Aline Ferreira Campos, psicóloga, Gestalt terapeuta, doutoranda da Universidade de Brasília.
Sob a coordenação do MAJ Rodrigo, médico e psiquiatra da Corporação e os especialistas Pedro, Raquel e Elisabete ,  o TER , Trauma Release Exercise,  foi uma  das atividades desenvolvidas durante o encontro. Criado por um terapeuta americano chamado David Bercelli, a abordagem, não psicológica, propõe a redução do estresse por descarga de tensões acumuladas no corpo, assim como possibilita uma reavaliação da vida, de forma a evitar o aparecimento de transtornos mentais como estresse acumulado e crônico.
A CEL Andréia Bastos, Chefe do Centro de políticas Públicas da PMDF, falou da preocupação que o Comando da Corporação tem com a saúde física e emocional de seus policiais militares. “ Propiciar esse acontecimento é demonstrar cuidado e zelo institucional com aqueles que são os maiores garantidores da segurança da sociedade, portanto, o momento foi dedicado a esse guardiões incansáveis !”
Ao término das atividades todos puderam compartilhar de experiências, dos sentimentos, das dificuldades da vida, dos sonhos, da atividade que desempenham, da superação, do enfrentamento do estresse, da ansiedade e do quão satisfatória foi a iniciativa da PMDF em exercer esse carinho e cuidado com seu público interno.

Acessos: 107

XV Curso de Operações Especiais

 

Para dar início ao XV Curso de Operações Especiais (COEsp), alunos policiais militares assistiram, na manhã desta sexta-feira (18), a aula inaugural do curso. Autoridades civis e militares, e representantes de unidades como RPMon, BPCães, BPChoque, Patamo, Rotam, se reuniram no Auditório da Legião da Boa Vontade (LBV) para prestigiar os futuros policiais do Batalhão de Operação Militares Especiais (BOPE).

O comandante do comando de missões especiais da PMDF, coronel Marcilon Back da Silva, palestrante na aula inaugural, apresentou atividades que serão realizadas durante o curso e explanou sobre os conceitos, princípios e características do policial formado no curso. O coronel também demonstrou satisfação e honra em participar do evento.

O comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Pereira, entregou o certificado ao palestrante e partilhou a importância de fazer parte do BOPE e reforçou aos futuros policiais de operações especiais que mantenham-se sempre humildes nas atividades policiais.

A reitora e representante do Instituto Superior de Ciências Policiais, coronel Priscila Reiderer Rocha, também compareceu a solenidade. A coronel parabenizou a coordenação do curso e agradeceu aos futuros ‘caveira’, escolherem o curso.

Os policiais terão treino de técnicas especiais de tiro, assalto tático (resgate de refém), como agir em ocorrência de alta complexidade com explosivo, terrorismo, quadrilhas de roubo a bancos, contra criminosos fortemente armados, técnicas de salvamento aquático, ações táticas verticais (onde se verifica uma possível entrada de resgate em altura elevada), previsão de paraquedismo, segurança de autoridade, desativação de explosivos.

Segundo o coordenador do curso, capitão Maurício Hebert, este é um curso muito intenso e requer habilidades físicas e psicológicas dos policiais. “É um curso muito difícil, os policiais ficam num regime de internato. Se tem uma necessidade de um preparo físico e psicológico e uma grande capacidade de raciocínio para as atividades do curso. A seletividade é muto grande. Por isso o curso tem como viés preparar os policiais para este tipo de atividade”.

Ao todo, o curso terá duração de quatro meses e contará com 39 militares, sendo cinco dos estados de Santa Catarina, Maranhão, Amazonas, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que passaram por um processo seletivo de testes físicos para participar do XV COEsp.

 

 

 

Acessos: 202

NOTA DE PESAR - Soldado Fellipe Henry PMESP

A Polícia Militar do Distrito Federal está de luto pela morte do soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo Henry Pereira Matos, filho do sargento Daniel Matos da PMDF. O policial foi morto covardemente por três homens quando chegava em casa com sua família na capital paulista.

O policial tinha apenas dois meses de Corporação e estava lotado em um batalhão na capital.

O sepultamento ocorreu na manhã de hoje (20) no Cemitério Metropolitano de Valparaíso de Goiás onde sua família mora e contou com homenagens de policiais do BPCães, 27º BPM, Bavop da PMDF, do GPT e Choque da PMGO, além de policiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

O ocorrido comove todos os policiais militares do país pelo fato de que o policial estava na presença de seu filho de três meses e de sua esposa e também pelo fato que não ter esboçado nenhuma reação na hora do crime.

Acessos: 198

Deputados Distritais elogiam ação de policial que mesmo de folga prendeu assaltante no Itapoã

A Policial Militar Maria Angélica foi homenageada durante sessão ordinária da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) na tarde desta quarta-feira (16). 

A homenagem ocorreu por conta da ação da policial que mesmo de folga e desarmada conseguiu tomar a arma de um assaltante e prendê-lo.

Por volta das 13h do último dia 12 (sábado), a policial percebeu que um assalto estava em andamento em um comércio. Ela esperou o momento exato para agir tomar a arma do assaltante. Ele tentou recuperar a arma e a policial não teve alternativa a não ser agir em legitima defesa e atirar no pé no homem. Ele foi levado ao hospital e depois encaminhado à delegacia.

Veja a íntegra da matéria sobre a homenagem no portal da CLDF.

 

Acessos: 121

Polícia Militar do Distrito Federal - Muito mais que segurança. Todos os direitos reservados © 2015

Top Desktop version